42: Estado Unicórnio

Apesar do potencial de servir para discutir uma série de limites de comportamento mundo (e internet) afora, nesta semana o unicórnio só aparece por aqui como uma alegoria a algo impossível, ainda que desejado.

Na verdade, para terminar nossas obrigações pós-recesso, começamos o programa recuperando os comentários deixados aqui pelo site ou em posts de episódios anteriores. E a maioria deles, relacionada ao episódio 39, acabou entrando na eterna escaramuça entre o individualismo e coletivismo, e os eventuais limites da liberdade (ou o preço que pode-se pagar por ela). Tentamos nos ater a pontos específicos que achávamos importante esclarecer, evitando virar um novo bloco sobre o mesmo assunto.

Ainda no mesmo espírito, no segundo bloco aproveitamos a recente decisão de uma corte britânica sobre os limites da lei anti-terrorismo do Reino Unido (curiosamente em relação à detenção de um brasileiro) para falar sobre a liberdade relacionada a um assunto muito caro a nós dois, a privacidade. Inevitavelmente, acabamos entrando em questões de tecnologia, encriptação, etc., mas nada muito técnico.

Com um pedido de dicas de leitura, entre os comentários, esse certamente há de ser o episódio com o maior número de links até hoje. Então, mais do que nunca, façam bom uso deles enquanto nos ouvem. E, por favor, continuem comentando e entrando em contato.

Comentários (de 0:32 até 32:49)

  • A falácia do Unicórnio (Michael Munger, no Portal Libertarianismo)
  • Verbete sobre a Organização Internacional para Padronização (ISO) na Wikipédia
  • Uma "pegada" sobre o uso da água (Veja)
  • Living with Water Scarcity (site oficial do livro de David Zetland)
  • Como os NIMBYs estão atrasando o Vale do Silício e a economia americana (Caos Planejado)

*Dicas de leitura (21:50 até 30:20)

Privacidade (de 32:53 até 59:57)

  • Justiça britânica ampara detenção de David Miranda em Londres (Estadão)
  • Terrorism Act incompatible with human rights, court rules in David Miranda case (The Guardian)
  • A surpreendente entrevista dada por 'El Chapo' a Sean Penn (BBC Brasil)
  • How closely is Google really reading your e-mail? (The Washington Post)
  • A Few Keystrokes Could Solve the Crime . Would You Press Enter? (Just Security)
  • Trailer de Ponte dos Espiões, filme de Steven Spielberg
  • WhatsApp pode ser bloqueado por 48 horas no Brasil (Época)
  • French say "Non, merci" to encryption backdoors (The Register)
  • Michael Hayden and the Dutch government are against crypto backdoors (Bruce Schneier)
  • Apple's Tim Cook lashes out at White House officials for being wishy-washy on encryption (The Intercept)
  • You can now 3D-print your own TSA master keys (Gizmodo)

Música final da banda canadense The Unicorns. Compre o disco aqui.

Continue a conversa conosco nos comentários, ou pelo email comentarios@20centavos.net. E não deixe de nos acompanhar no Facebook e no Twitter.

Para nos ajudar a fazer do 20 Centavos um projeto sustentável, você pode doar qualquer quantia pelo Patreon. Obrigado!

24: Borboletas Psicodélicas

Episódio 24. Dois gaúchos. Borboletas psicodélicas. Significa? Pois saibam tratar-se de um famoso logradouro na cidade de São Paulo. A razão para o título está na segunda parte do 20 Centavos dessa semana, em que falamos da proposta do prefeito Fernando Haddad para mudar o nome de ruas, viadutos, praças e assemelhados que façam menção a datas ou pessoas ligadas à ditadura militar e o golpe de 64.

Antes disso, mas ainda em nota um pouco relacionada, resolvemos falar sobre um assunto que parece ter passado um pouco por baixo do radar na última semana, que foi a aprovação pela Câmara dos Deputados da lei antiterrorismo. Assunto sempre complexo, e um projeto de lei, na nossa opinião, repleto de espaço para abusos.

Essa semana, também, gostaríamos de chamar atenção para dois pontos significativos. Primeiro, e mais importante, gostaríamos de pedir encarecidamente a todos os nossos ouvintes que percam uns 2 ou 3 minutinhos para responder uma pesquisa que fizemos para ter uma ideia um pouco melhor do perfil de quem nos ouve. É só clicar aqui, responder quaisquer das 11 perguntas que achar adequado e nos enviar. Não pedimos email, nome, CPF nem nada do tipo. 

Segundo, e enfim, essa parece ser a primeira vez que conseguimos fazer um episódio onde TODOS os links abaixo são em português. Como já dissemos outras vezes, a gente sempre se esforça para evitar de usar referências em outras línguas, então estamos felizes com essa conquista. 

Agora, solta o play e seguem os links. 

Comentários (0:31 até 2:38)

Lei Antiterrorismo (2:44 até 33:10)

  • Página do Projeto de Lei 2016/15
  • Câmara aprova texto-base que prevê 30 anos de prisão para terrorista (G1
  • Texto do deputado Alessandro Molon (PT/RJ) explicando sua votação
  • Em 2006, onda de ataques amedrontou São Paulo; relembre (iG)
  • Verbete da Wikipedia sobre as FARC
  • Manifestações populares não serão enquadradas como terroristas, garantem parlamentares (site da Câmara dos Deputados)
  • PF investigará ataque com bomba a Instituto Lula (Folha de S. Paulo)
  • Ataque contra o Ashley Madison sinaliza novos crimes digitais (IDG Now!)
    • Por sinal, gravamos antes da divulgação dos dados hackeados.
  • 1500 emails do governo brasileiro estão cadastrados no site de casos extraconjugais Ashley Madison (HypeScience)
  • Manifestantes, deputados e policiais são feridos em confronto em Brasília (Zero Hora)

Projeto "Ruas de Memória" (33:07 até 47:00)

  • Nota oficial da Prefeitura sobre o projeto 
  • Verbete da Wikipedia sobre Therezinha Zerbini
  • Haddad quer trocar nomes de logradouros que homenageiem personagens ligadas ao regime militar. É um farsante político! (Reinaldo Azevedo/Veja)
  • A Rua Adolf Hitler e outras ruas de alemães que mudaram de nome em São Paulo (SP Antiga)
  • 20 ruas com nomes curiosos em São Paulo (Veja SP)
  • "A cada 100 nomes de rua, 1 dia de folga", belo texto no Estadão sobre os estudantes responsáveis por criar uma série de nomes de ruas da cidade, nos anos 70. 
  • Saiba como nascem os nomes das ruas em São Paulo (Bom Dia Brasil)
  • Placas da nova Rua Palestra Itália são inauguradas em frente ao Palmeiras (G1)

Errata

  • A Nova República já tem 30 anos e não 20, como disse o Jorge.