44: O Gene Egoísta

O autor William Gibson, famoso pela obra-prima do cyberpunk Neuromancer, costuma dizer que "o futuro já está aqui, só não está distribuído de forma uniforme". Pois o episódio de hoje trata de dois assuntos que já renderam e continuam rendendo muitas histórias de ficção-científica.

Primeiro, a tão temida eugenia, a suposta ciência que busca eliminar seres humanos "defeituosos" do pool genético. E o gancho para o assunto? A volta à esfera pública da discussão sobre o aborto, agora no contexto da epidemia de microcefalia potencialmente causada pelo vírus da zika.

Na segunda parte, depois da notícia de um garoto expulso de uma escola americana por ter marcadores genéticos de uma doença sem cura, tratamos de várias formas como o avanço da tecnologia facilita que nosso genótipo seja usado como forma de discriminação e preconceito. Se esse futuro ainda não chegou para você (como não chegou para nós), tudo indica que já está mais que na hora de se levar o assunto a sério.

Eugenia (de 23:08 até 39:33)

  • OMS declara microcefalia por zika vírus uma emergência mundial (El País)
  • Microcefalia reabre discussão sobre abordo no Brasil (BBC)
  • Mãe de adolescentes com microcefalia ajuda nova geração a desafiar limites (UOL Notícias)
  • 'Existo porque minha mãe não optou pelo aborto', diz jornalista com microcefalia (Folha de S. Paulo)
  • Episódio #4: Controlled Flight into Terrain, do 20 Centavos, em que falamos de aborto

Discriminação Genética (de 39:36 até 54:15)

  • DNA got a kid kicked out of school - and it'll happen again (Wired
  • Cops are asking Ancestry.com and 23andMe for their customers' DNA (Fusion)
  • Trailer do filme Gattaca, de 1997
  • Angelina Jolie fez dupla mastectomia por temer câncer (O Globo)
  • Deputada cadeirante fica presa em avião em SP (Folha de S. Paulo)
  • Ator e diretor Kevin Smith foi expulso de avião por não caber na cadeira (G1)

Música final, para quem não tiver reconhecido já nos primeiros acordes: Polícia, dos Titãs.

Continue a conversa conosco nos comentários, ou pelo email comentarios@20centavos.net. E não deixe de nos acompanhar no Facebook e no Twitter.

Para nos ajudar a fazer do 20 Centavos um projeto sustentável, você pode doar qualquer quantia pelo Patreon. Obrigado!

21: Cérebro de Lagarto

Como prometido no último episódio, essa semana seguimos a questão dos viéses cognitivos até sua origem inevitável: o cérebro de lagarto, o pensamento automático e instintivo, em resumo, os preconceitos. O quanto podemos ou devemos nos deixar guiar pelos preconceitos, e o quanto devemos aceitá-los como sociedade? 

Depois, trazemos um assunto que costuma ser muito discutido quando se trata das práticas de outros países, mas que, sendo de iniciativa do nosso próprio governo, não recebe a atenção que julgamos adequada: os aparatos de vigilância, mais especificamente a proposta de criação de um sistema nacional centralizado de identificação e informações dos brasileiros. 

Comentários (de 0:31 até 1:40)

No podcast 20, o Jorge disse que não era permitido fazer exames toxicológicos em funcionário no Brasil, o que está errado. Em determinadas situações, principalmente envolvendo segurança, esses testes são permitidos, porém com uma série de restrições.

Preconceito (de 1:43 até 32:32)

Registro Civil Nacional (de 32:36 até 1:03:52)

  • Real ID: Costs & Benefits (Bruce Schneier, em inglês)
  • Site vende dados de brasileiros na internet e entra na mira da Justiça (Olhar Digital)
  • EUA investigam gigantesco vazamento de dados de funcionários federais (IDG Now)
  • Vazam na web dados pessoais de quase toda a população de Israel (IDG Now)
  • Especialista detecta 'backdoors' em roteadores da D-Link (Convergência Digital)
  • Exigência de chips em carros prevista para 30 de Junho (Auto Esporte)
  • Como enganar um sistema de segurança com impressão digital (Instructables, em inglês)
  • CEF deve indenizar caseiro Francenildo em R$ 400 mil, decide TRF-1 (ConJur)
  • Para a PF, Casa Civil montou dossiê sobre gastos de FHC (Folha de S. Paulo)

15: A Cruz dos Luditas

Nesta semana, resolvemos tratar de uma polêmica famosa e de um assunto digno de polêmica mas que ainda não recebe muita atenção. Primeiro, tratamos da proposta para transformar em crime hediondo o "ultraje a culto religioso" - ou a "cristofobia", como o assunto tem sido tratado na imprensa. Depois, comentamos alguns pontos de um longo ensaio publicado na revista britânica The Economist, sobre as crescentes dificuldades dos homens de baixa educação e poder aquisitivo em economias desenvolvidas. 

Mais do que nunca, essa semana recomendamos a leitura dos links abaixo, para contextualizar tudo que foi conversado ao longo de uma hora. Também, deixamos nosso agradecimento pela citação na lista de podcasts em português do Bruno de Moura Borges, no Medium. Por sinal, a lista está cheia de excelentes programas. 

Cristofobia (de 0:32 até 23:14)

Homens na base da pirâmide social (de 23:15 até 1:02:46)

  • Matéria e longo ensaio na The Economist
  • Versão traduzida, no Estadão, da matéria original 
  • Episódio 621 do podcast "Planet Money", sobre os Luditas
  • Episódio 48 do podcast "You Are Not So Smart", sobre a teoria do contato e formas de fazer pessoas mudarem de opinião em assuntos muito sérios
  • "O futuro da humanidade", comentário de Helio Schwartsman na Folha de S. Paulo, sobre questões relacionadas ao casamento assortativo.
  • Como a igualdade de gênero fez da Suécia um país mais rico (Público

 

7: De Volta ao Bazar

Hoje foi um podcast com menos divergência e mais rabugices. Nos sentimos um pouco como dois velhos jogando dominó na praça e reclamando da juventude.  

Para começar, tocamos em um assunto que, a nosso ver, está sendo discutido em termos falsos: a terceirização. (de 00:32 até 24:45). Será mesmo que os trabalhadores podem ser prejudicados? Será que, ao regular esse assunto, o governo não estaria nos condenando a um crescimento pífio da produtividade?

Em seguida, entramos em um tema que mexe muito com o senso comum de justiça, que é a discriminação de preços. Embora seja ponto pacífico entre os economistas que esse é um fenômeno que, ao mesmo tempo, melhora a alocação de recursos e o bem-estar das pessoas – em especial das mais pobres – quando são cobrados valores diferentes de cada um pelo mesmo produto ou serviço, uma luzinha vermelha dizendo "injustiça" acende nas cabeças de todos nós. (de 24:45 até 39:21)

Para encerrar, comentamos a sugestão do juiz Sérgio Moro de encarcerar os condenados por lavagem de dinheiro logo após a sentença de primeira instância, sem necessidade de esperar o trânsito em julgado. Embora os processos judiciais que parecem não ter fim no Brasil sejam fontes de muitas injustiças, atalhos como esses podem trazer mais problemas do que soluções nos médio e longo prazos. (de 39:21 até 52:49)

  • Reclamação sobre os efeitos da Lava-Jato na economia
  • Artigo de Sérgio Fernando Moro e Antônio Cesar Bochenek recomendando a prisão imediatamente após o julgamento de primeira instância para crimes graves

Aguardamos seus comentários!