51: Carpir e Usucapir

Dado o atraso de nossa parte na publicação do episódio da semana passada, acabou não dando tempo de surgirem comentários antes de voltarmos a gravar. Assim, sob um calor fora de época de um lado, e uma chuva de sempre de outro, falamos sobre dois assuntos clássicos do debate político, ignorando as polêmicas salivares da hora. 

Começamos por aquela que talvez seja a batalha mais perdida que um economista, mesmo que amador, pode abraçar: o salário mínimo e suas consequências nefastas sobre a vida dos mais pobres. Depois, aproveitando um gancho da semana passada e o pedido de um ouvinte, ensaiamos alguns comentários sobre a reforma agrária, assunto que pode parecer simples à superfície, mas acaba levando a alguns pontos importantes até mesmo para os defensores mais ferrenhos da liberdade.

Finalmente, nosso apelo corriqueiro para que não deixem de seguir os links abaixo. Eles enriquecem o debate e esclarecem aqueles trechos em que seguimos em frente, em vez de fazer uma pausa para uma nota de rodapé. Então, deem o play, escutem, compartilhem e, principalmente, comentem bastante para que na próxima semana possamos voltar a dedicar o primeiro bloco do episódio a vocês.

Salário Mínimo (de 0:30 até 14:45)

  • Governo propõe na LDO salário mínimo de R$ 946 em 2017 (G1)
  • Estados dos EUA aprovam reajuste do salário mínimo (Estadão)
  • How High Would You Make the Minimum Wage? (Reason)
  • O Salário Mínimo ajuda mesmo o trabalhador? Como funciona fora do Brasil? (Mercado Polular)
  • Episódio 16, em que falamos de reforma de previdência (20 Centavos)

Reforma Agrária (de 14:50 até 41:13)


A música desta semana é Cio da Terra, de Milton Nascimento e Chico Buarque. 

Continue a conversa conosco nos comentários, ou pelo email comentarios@20centavos.net. E não deixe de nos acompanhar no Facebook e no Twitter.

Para nos ajudar a fazer do 20 Centavos um projeto sustentável, você pode doar qualquer quantia pelo Patreon. Obrigado!

    29: Dá Bilhão?

    Depois de muito adiarmos, achando que não teríamos muito o que somar ao assunto que já não tivesse sido tratado por gente potencialmente muito mais qualificada, finalmente encaramos a crise financeira e política por que passa o Brasil. Ainda assim, esperamos e acreditamos que tenhamos tratado de alguns pontos que possam fugir um pouco da narrativa diária que nos ataca nos grandes portais.

    Para o segundo segmento, em assunto ainda um pouco relacionado, falamos sobre o projeto de lei do senador Ciro Nogueira (PP/Piauí) que legalizaria os jogos de azar no Brasil. Será que podemos esperar que seja essa uma saída de aumentar a arrecadação sem mexer em impostos? Que vamos ter a volta de cassinos e bingos por todo o país? Para saber, dê o play e siga os links.

    Crise política e econômica no Brasil (de 0:32 até 35:56)

    • Estagflação: estagnação, inflação e desemprego (Dinheirama)
    • Brasil está longe da 'estagflação', avalia presidente do Banco Central (G1)
    • 'Estamos em um processo de estagflação', diz o economista Carlos Langoni (Brasil Econômico)
    • Congresso mantém vetos, mas adia análise do reajuste dos servidores do Judiciário (Senado Federal)
    • Lula: crise é tsunami nos EUA e, se chegar ao Brasil, será 'marolinha' (O Globo)
    • Sem reforma tributária, governo recorre a aumento de impostos para compensar a perda da CPMF (Época
    • Sem CPMF, Lula lança pacote que ataca trabalhadores e funcionalismo (PSTU)
    • Política econômica anticíclica (Wikipedia)
    • Governo anuncia corte de R$ 26 bilhões e quer ressuscitar CPMF (Folha de S. Paulo)
    • 20 Centavos #16: Ativismo Bom é Ativismo Aposentado
    • How Netflix Reinvented HR (Harvard Business Review)
    • Hard Work is Irrelevant (Planet Money #647, transcrição)
    • Morre Vaclav Havel, ex-estadista e dramaturgo (BBC)
    • Conheça as etapas do ajuste de Sartori (Zero Hora
    • Usar crise como mecanismo para chegar ao poder é versão moderna do golpe, diz Dilma (Estadão)
    • Eduardo Cunha é citado por mais um delator da Operação Lava Jato (G1)
    • Cunha diz que vai despachar pedidos de impeachment a partir da próxima semana (Estadão

    Possível legalização dos jogos de azar no Brasil (de 36:58 até 55:26)

    • Texto completo do Projeto de Lei do Senado n° 186, de 2014 (Senado Federal, em PDF)
    • Os prós e os contras de legalizar o jogo no país (Zero Hora)
    • Palestra de David Friedman no XXIII Fórum da Liberdade sobre monopólio (Parte 1, Parte 2)
    • Como se divide o dinheiro arrecadado com a Mega Sena (CEF)
    • STF proíbe doações de empresas para campanhas eleitorais e partidos (Folha de S. Paulo)
    • Com manobra de Cunha, Câmara aprova doação de empresas para partidos nas campanhas (O Globo)
    • 20 Centavos #13: Reforma Política, Take 2
    • Como o dinheiro do empreiteiro Ricardo Pessoa chegou ao senador Ciro Nogueira (Época)
    • Câmara aprova extensão de cobrança de imposto a Netflix (Exame)

    CONVITE: Participe do II Fórum Liberdade e Democracia de São Paulo, promovido pelo IFL-SP e que contará com palestrantes como David Friedman e Abílio Diniz. Será no dia 19 de outubro, em São Paulo, no Teatro Renault. Ouvintes do 20 Centavos que escreverem para nós concorrem a 5 ingressos VIP.


    Continue a conversa conosco no Twitter ou no Facebook, ou então mande um email para comentarios@20centavos.net.

    Para nos ajudar a fazer do 20 Centavos um projeto sustentável, doe qualquer quantia pelo Patreon. Obrigados!

    16: Ativismo Bom é Ativismo Aposentado

    Esta semana, conseguimos um feito talvez inédito ao discutir dois assuntos que achamos nobres, mas que não gostamos da forma como costumam ser tratados ou implementados.

    Primeiro, aproveitamos a premiação, nos EUA, das iniciativas de mobilidade urbana da prefeitura de São Paulo para discutir a implementação de ciclovias e corredores de ônibus na capital paulista, e as dificuldades de se tratar o assunto publicamente. 

    Depois, pulamos para uma conversa mais ampla sobre sistemas de previdência, diante do recente veto seguido de uma Medida Provisória por parte da presidente Dilma determinando o fim do fator previdenciário e a adoção de uma nova forma de cálculo para determinar quando o trabalhador poderia recolher a aposentadoria integral. 

    Antes de deixá-los com os links relacionados aos assuntos, queríamos aproveitar para registrar que chegamos ao incrível - para nós, ao menos - número de 1700 assinantes de nosso humilde podcast. Mais da metade deles chegados essa semana, ou pela indicação do post do Bruno de Moura Borges, ou pelo indefectível Mamilos, que na semana passada convidou o Solon, entre outros, pra ir conversar sobre desigualdade. Sejam todos bem-vindos, sintam-se à vontade, comentem, reclamem ou sugiram, e torcemos que gostem do que ouvirem por aqui.

    Ciclovias de São Paulo (de 3:09 até 30:59)

    Aposentadorias (de 31:01 até 1:11:55)