35: Função Social do Preço

Como havíamos avisado no episódio e post da semana passada, hoje publicamos a segunda parte do que gravamos lá no longínquo dia 27 de outubro. Então, caso você estranhe algum comentário sobre "o assunto anterior", já sabe a que nos referíamos.

Dito isso, o assunto dessa semana segue a temática da regulação governamental, mas por outro viés: a intervenção de entidades antitruste, como o brasileiro Cade e o americano FTC, na prevenção ou controle de monopólios, oligopólios, monopsônios e similares. Mais especificamente, começamos a conversa a partir da notícia da venda da SAB Miller para a AB Inbev e o consequente surgimento de uma empresa cervejeira dona de quase metade do mercado mundial.

No processo, como já devem estar acostumados, passamos por discussões mais gerais sobre papel do governo, avanços no estudo da economia e prêmio Nobel "de mentirinha". Os já tradicionais links estão abaixo. Dê o play, aproveite a conversa e deixe seu comentário. 

Defesa da concorrência (1:24 até 44:00)

  • Cervejarias AB InBev e SABMiller anunciam a 3­ª maior fusão da história (Folha de S. Paulo)
  • Cade tende a manter a decisão sobre Nestlé-Garoto, diz Furlan (Exame)
  • The 2014 Nobel Laureate in economics is Jean Tirole (Marginal Revolution)
  • Francês ganha o Nobel de Economia 2014 por estudo sobre poder de mercado das empresas (Estadão)
  • Operação Zelotes: Alvo de escândalo bilionário de corrupção, o Carf deveria ser extinto? (BBC)
  • Por que Mises (e não Hayek)? (Instituto Mises
  • How to Win a Nobel Prize (Freakonomics Radio)

Continue a conversa conosco nos comentários, ou pelo email comentarios@20centavos.net. E não deixe de nos acompanhar no Facebook e no Twitter

Para nos ajudar a fazer do 20 Centavos um projeto sustentável, você pode doar qualquer quantia pelo Patreon. Obrigado!

34 - Olhando para o Abismo

O episódio dessa semana tem um quê de física quântica: é mais curto e mais longo que de costume. Acontece que, por uma soma de desatenção, empolgação e falta de luz, nos passamos um pouco no tempo e os dois blocos de conversa extrapolaram os 40 minutos. Por isso, achamos que seria melhor para todos - nós e, principalmente, vocês - desmembrá-los em dois episódios diferentes.

Assim, essa semana nos debruçamos sobre a questão da "renda mínima universal", projetos que garantem que toda a população receba uma determinada quantia todo mês, independente de ter renda ou não, ou de quanto é essa renda.

Para a supresa de muitos, talvez, a proposta não é nem um pouco maluca e, historicamente, tem o apoio de grandes nomes do liberalismo econômico, como Friedrich Hayek e Milton Friedman. Inclusive, resolvemos tratar do assunto devido à notícia de que a implantação de um programa do tipo deve ser discutida pelo Congresso finlandês ainda esse ano, a partir de uma proposta do governo federal, que é de centro-direita.

Ficou curioso? Esperamos que sim. Então, dê o play, siga os links abaixo e, quem sabe, deixe seu comentário. 

Renda mínima e programas de transferência de renda (de 0:32 a 41:46)

  • Por que a Finlândia quer pagar um salário mínimo a todos (BBC)
  • Até mesmo Hayek e Friedman defendem o Bolsa Família (Instituto Mises Brasil)
  • As raízes liberais do Bolsa Família (Mercado Popular)
  • Should Libertarians support a basic income guarantee? (The Tom Woods Show
  • 'Batalha' da renda mínima continua, diz Suplicy após derrota na eleição (G1)
  • Renda básica: Robin Hood às avessas (Folha de S. Paulo
  • Meta fiscal do governo prevê o maior rombo das contas públicas da história (Jornal da Globo)
  • Proposta de corte no Bolsa Família gera medo da fome entre dependentes (UOL)
  • Bolsa-Família, escolha ocupacional e informalidade no Brasil (Ana Luiza Neves de Holanda Barbosa e Carlos Henrique L. Corseuil, IPEA)
  • Nem sempre há algo de podre no reino da Dinamarca (Paul Krugman | UOL)
  • Resposta ao artigo do Paul Krugman acima – Enough About Denmark Already: Here’s What Krugman and Sanders Left Out (Contra Krugman)

Continue a conversa conosco nos comentários, ou pelo email comentarios@20centavos.net. E não deixe de nos acompanhar no Facebook e no Twitter

Para nos ajudar a fazer do 20 Centavos um projeto sustentável, você pode doar qualquer quantia pelo Patreon. Obrigado!